Mariana Rodríguez

Buenos Aires, Argentina, 1970
Diretora dos curtas Ligerita (2003) e Modelo Siqueiros (2005), ambos produzidos pelo Instituto Mexicano de Cinematografía, trabalha como editora em projetos de cineastas como Fernando Eimbcke, Luis Estrada e Luis Mandoki. Ganhou o prêmio Ariel de edição, concedido pela Academia Mexicana de Artes y Ciencias Cinematográficas, pelos filmes Temporada de patos (2004), El infierno (2010) e El Premio (2012). Vive na Cidade do México.
¿Por qué disparan?
2016, vídeo, 2’26”, 1920 x 1080, 16:9, NTSC, cor, estéreo
No dia 26 de setembro de 2014, 43 estudantes que iam à Cidade do México participar de um protesto em memória do Massacre de Tlatelolco, em 1968 (quando dezenas de estudantes foram assassinados pelo exército e a polícia), desapareceram em Iguala. Imagens granuladas e descontínuas, achadas em celulares de sobreviventes, traduzem a perplexidade diante da falta de explicações para o acontecido.
¿Por qué disparan?, 2016
Vídeo
2’26”, 1920 x 1080, 16:9, NTSC, cor, estéreo

Direção | Directed by: Mariana Rodríguez. Som | Sound: Pablo Lach. Participação especial | Special collaboration: Amanda Schmelz e | and Ximena Cuevas